terça-feira, 18 junho, 2024
InícioEmpreendedorismoAo matar um leão por dia, como o empreendedor pode cuidar da...

Ao matar um leão por dia, como o empreendedor pode cuidar da saúde mental?
A

A vida do empreendedor não é fácil! Tem de vender, fazer resultados, gerar recursos para sobreviver, pagar seus empregados, manter a empresa funcionando… matar um leão a cada dia. E não é só isso! É mandatório ser um grande líder, mimar o cliente, avaliar o mercado, olhar a concorrência, aguentar os solavancos da economia e buscar a inovação. Frente a este contexto, e próximo do Dia Internacional da Saúde Mental (10/10), a pergunta que não quer calar é seguinte: Como está a saúde mental do empreendedor?

Da ansiedade ao burnout, os vários níveis do estresse

Para responder a essa pergunta, nossa equipe bateu um papo com o médico Rui Brandão, presidente da plataforma de saúde mental Zenklub. Ele conta que a incerteza e os desafios constantes impactam fortemente o bem-estar emocional dos empreendedores em todos os níveis.

Tudo começa com a ansiedade, que é aquela sensação ruim de que não está sendo feito o suficiente para a empresa prosperar, que falta alguma coisa, que algo escapou ao controle. É entrar no piloto-automático de adrenalina, tensão e aborrecimento.

E, se esse círculo vicioso de estresse não é interrompido, pode-se chegar ao estado extremo do burnout, que é um completo apagão físico e emocional, quando a pessoa não tem condições de formular pensamentos, mover-se e tomar decisões.

Primeiro passo: negar a negação. Depois, cuidar-se

O primeiro passo para cuidar de uma doença mental, mesmo que em estágio inicial, é aceitar que ela existe e buscar as informações necessárias para fazer frente ao problema. E essa conscientização pode ser feita de várias formas, desde ler artigos e assistir a vídeos até fazer algum tipo de terapia.

É fundamental, também, o empreendedor ter uma rotina de autocuidado, tirar um tempo para si mesmo no meio da correria do dia a dia. Organizar o dia, seus compromissos, com a sagrada horinha reservada para você mesmo. Fazer aquilo que te faz bem!

E esse cuidado não precisa ser algo diretamente relacionado à saúde mental. Pode ser ginástica, caminhada, leitura… ou apenas brincar com seu filho ou seu pet.

Ah, não esqueça de cuidar de suas pessoas também

Além de cuidar de sua própria saúde mental, o empreendedor tem uma responsabilidade para com o bem-estar de sua equipe. Para as pessoas entregarem o seu melhor elas precisam estar bem e receber todo carinho e cuidado da empresa.

Cabe ao líder manter o diálogo aberto com suas pessoas, procurar ouvi-las e entendê-las com total abertura e empatia. É papel do empresário quebrar as barreiras e os tabus que ainda existem em torno da saúde mental.

Deve-se tratar da mente, das emoções, da mesma forma com que se cuida da saúde do corpo, buscando-se informações e tratamento, se necessário. Evitando-se adoecer, com os devidos cuidados e a observação de si mesmo e das pessoas ao seu redor.

Buscar tratamento é mais fácil que se imagina. Saiba mais!

A possibilidade de fazer algum tipo de terapia e cuidar da saúde está cada vez mais fácil e acessível. Muitos planos de saúde já oferecem, por exemplo, tratamento psicológico sem necessidade de aprovação prévia e sem limite de sessões.

Além disso, existem plataformas de terapia on-line, com grande diversidade de terapeutas credenciados e custos bem acessíveis, tanto para o empreendedor quanto para seus colaboradores (por meio de convênio).

Seja qual for o caminho escolhido, o mais importante é o empreendedor estabelecer uma rotina de cuidados, tão importante quanto outros compromissos. Cuidando de você mesmo e de suas pessoas.

Matérias relacionadas

Mais lidas